O Etnocentrismo Brasileiro de Bernardo de Carvalho

Se não era a intenção do autor estabelecer as associações negativas de que estamos falando, ele no mínimo possuía a obrigação moral – decorrente do respeito a que faz jus a população da Mongólia – de ser mais explícito nas suposições apresentadas. Do jeito como a obra está escrita, é razoável pensar que nos encontramos, sim, diante de generalizações culturais depreciativas para a cultura mongol.

Anúncios
Ler Artigo →