Sam Peckinpah e “Tragam-me a Cabeça de Alfredo Garcia”

Se os primeiros westerns de Peckinpah merecem o epíteto de crepusculares, aqui o sol já se pôs e a noite corre solta. Não se trata mais de testemunhar os dignos estertores de homens de determinada estirpe: todos já se foram e a dignidade não é possível nem na morte.

Anúncios
Ler Artigo →

Cinema político

Entre um cinema criado como apêndice de determinado discurso e aquela que reputo como a grande linhagem do cinema político há diferenças não só de fundo estético, mas de compreensão do cinema enquanto arte e da política enquanto prática; uma diferença não de ideologia, mas de sensibilidade.

Ler Artigo →