EPISÓDIO DE NOSSO SENHOR JESUS CRISTO AOS DOZE ANOS PERDIDO EM JERUSALÉM E REENCONTRADO TRÊS DIAS DEPOIS NO TEMPLO

Doze filhos de Jacó

Doze tribos de Israel

Doze servos do Senhor

Doze estrelas lá no céu

Doze meses esperavam

pra subir até Sião

Todo ano caminhavam

para a peregrinação

recordando que passaram

para além do rio Jordão

Mar Vermelho atravessaram

com os pés tocando o chão

Era o festejo da Páscoa

segundo o rito judeu,

Mas hora de ir pra casa

Jesus desapareceu…

Por onde o menino andava?

Onde foi que se meteu?

Perguntaram entre os parentes

Quem sabia o paradeiro

Outro grupo de romeiros

Alcançaram mais à frente

E no rumo do Ocidente

caminharam um dia inteiro

Nada de achar o menino!

José muito preocupado

Maria chorando fino

Com o peito traspassado

Pela espada do destino.

Não lembraram este fato:

que Jesus era divino.

Voltaram por outra via

rumo a Jerusalém.

Andaram mais outro dia,

não encontraram ninguém.

No meio daquela agonia,

Todo rosto parecia

o Cordeiro de Belém:

– Olha ali, corre Maria!

Não era Ele, porém.

O desespero batia

e até parece que havia

Jesus para mais de cem.

Mas era a dor que doía.

Quando a gente ama alguém,

se perde toda a alegria,

perde o juízo também.

E nada de achar o menino!

José muito preocupado

Maria chorando fino

Com o peito traspassado

Pela espada do destino.

Não lembraram este fato:

que Jesus era divino.

O que disse Simeão

em profecia cortante

era a prefiguração

do intervalo entre a Paixão

e a notícia triunfante

da Sua Ressurreição.

Pois só três dias depois,

Jesus explicou aos dois

Sua desaparição.

Entrando na sinagoga

Vêem o Cristo sentado,

escutando interessado,

entre os doutores de toga

que ficam maravilhados:

Como Cristo, sem ter toga,

‘nté parece o mais togado

quando fala e dialoga?

Ele ensinava de um jeito

novo, propondo questões,

que é o método perfeito

de desarmar sabichões.

Pondo à prova os conceitos,

conduzindo as razões

pra que chegassem direito

às próprias conclusões.

Algumas vezes na vida

para enfrentar um fanático

só existe uma saída:

Seja um ateu catedrático

Ou militante antipático

quem resiste à investida

do bom método socrático?

A pergunta rebatida

dribla toda segurança,

mete o dedo na ferida,

toda certeza balança.

Gente grande se intimida

quando vê que não alcança a

sinceridade atrevida

na pergunta da criança.

Então vendo aquela cena,

um pouco mais aliviados,

seus pais foram dominados

de uma angústia bem terrena:

– Meu filho, que nos fizeste?

Há três dias que teu pai e eu

Andávamos à tua procura

Cheios de aflição!

O sumiço de Jesus

não foi de mal-criação.

Porque três dias depois

Jesus explicou aos dois

Sua desaparição:

Minha mãe, por que estás aflita assim

se eu estava na casa de meu Pai?

Esqueceste a Aliança do Sinai

onde as pedras falavam sobre Mim?

Eu sou a rocha d’água no deserto

que Moisés perfurou com seu cajado

E na cruz vou morrer de peito aberto

co’a lança me furando o outro lado.

Sou o Pão Vivo que desceu do céu,

a Terra Prometida a Israel,

Eu sou Filho de Deus, o Bem-Amado,

Sou o Verbo, a Palavra criadora,

Remindo a humanidade pecadora

E nas coisas celestes ocupado.

Ouvindo isso Maria,

sua mãe, não entendia

muito bem essas palavras…

Mesmo assim ela as guardava,

E cada recordação

Bem junto do coração

Uma a uma meditava.

Logo a Família Sagrada,

que a Jerusalém subia,

para Nazaré descia

noutro dia de jornada.

(tanto assim na Encarnação…

onde o Verbo aqui desceu,

mas o Homem ascendeu

pra formar a Perfeição)

Resolvido o rebuliço!

E então depois do sumiço…

Jesus Cristo só crescia

em graça e sabedoria.

E lhes era submisso.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s